< Todos os Posts

Equity Tokens

Equity Token

Falar sobre tokenização é assunto bastante complexo por estar relacionado a tecnologias inovadoras que estão estruturadas de forma diferente da que estamos habituados. Além, da complexidade da arquitetura tecnológica essa solução nos aproximou como indivíduo do mercado financeiro e trouxe à tona discussões que no passado eram restritas apenas àqueles que atuavam no setor. 

Por isso,  essa nova proposta de operar serviços financeiros nos impulsiona a compreender mais sobre o mercado financeiro tradicional para que possamos entender sobre como tokenizar tais serviços e promover a nova economia financeira.

Para falarmos sobre Equity Token, primeiro precisamos entender os conceitos do mundo financeiro e depois transportá-los para o universo de tokenização.  Certamente, assim vai ser mais fácil compreender o que é um Equity Token.

O que é equity?

O termo equity em inglês quando traduzido pode ser interpretado como patrimônio, que demonstra a situação financeira de uma empresa (balanço patrimonial). Ou seja, o equity de uma empresa é definido por um simples cálculo: 

Ativos – Passivo = Equity 

Sendo que ativos são: propriedades, investimentos, equipamentos, recebimentos e etc. E passivo são: contas a pagar, dívidas, impostos e etc.

Esse cálculo de equity juntamente com o ROE – Retorno sobre o patrimônio líquido ( lucro líquido / Equity x 100), cálculo que define se o lucro líquido gera um bom retorno sobre o equity, são indicadores da saúde financeira de uma empresa e apontam se investir em determinada empresa é uma oportunidade positiva ou não.

Quando você aposta seus investimentos em equity, significa que você possui uma parte de determinada empresa, recebendo retorno  sobre sua participação societária ( seja ela ordinária que além dos retorno te dá direito a decisões e a voto na empresa, ou seja ela preferenciais, aquela que te garante proventos). 

Nessa modalidade de investimento o retorno depende muito dos resultados de performance da empresa, sendo de alto risco. Existem algumas opções de investimentos em Equity:

Private Equity: é uma espécie de fundo de investimento que permite que os investidores comprem cotas de uma empresa, permitindo que essa continue sendo responsável por administrar os investimentos e condução das atividades. 

O retorno desse investimento também pode ser recuperado com a abertura de capital através de IPO ou na venda da empresa.

Essa modalidade segue as regras da CVM – Comissão de Valores Mobiliários que estabelece que apenas os investidores qualificados podem acessar esses tipo de fundo. Geralmente são empresas de grande porte e consolidadas que não abriram capital na bolsa que oferecem essa modalidade de equity ao mercado.

Equity Crowdfunding: trata-se de uma forma de captar recursos através da oferta de equity de uma empresa. Esse modelo é muito utilizado por startups que tem como objetivo crescer e se desenvolver no mercado de atuação. São oferecidas ao mercado rodadas de investimentos realizadas através de plataformas online ( autorizadas pela CVM) com os perfis das startups.

Muito parecido com um financiamento coletivo, qualquer pessoa pode investir de acordo com suas possibilidades financeiras não requerendo um valor alto para poder participar, ou seja, não há necessidade de ser exclusivo para investidores qualificados.  

Essa modalidade permite que o investidor receba equity e se torne sócio com direitos a porcentagem e lucros de acordo com a performance da empresa.

Home Equity: funciona como uma espécie de empréstimo. A empresa que toma o valor, coloca um imóvel como garantia até o quitamento. E a instituição que financia o empréstimo toma posse do imóvel e pode cobrar taxas e juros a longo prazo até a quitação do empréstimo. 

Brand Equity: é o valor da marca, ou seja, o valor agregado a um produto ou serviço fortalecido pelo nome da marca. Esse valor é atribuído diante da performance da marca em como é influenciada e é percebida por seus clientes.

Em resumo a modalidade equity de investimento requer ponderação do investidor, pois, se tratam de investimentos de maior risco e prazo mais longos o que por outro lado possibilita retornos maiores quando bem sucedidos.

Equity Tokens o que são?

O equity token em resumo é a representação das modalidades de equity de forma digital, que possibilita e facilita a negociação de frações desses ativos.

O que no modelo tradicional financeiro é registrado em banco de dados junto a um certificado de papel (mesmo que digitalizado), no novo modelo financeiro os registros são feitos em redes blockchain o que facilita o acesso de forma mais rápida, democrática e transparente aos modelos de equity tokenizados.

Ainda que descentralizados, essas transações devem estar de acordo com os órgãos regulatórios de cada país, como a CVM no Brasil e SEC – Securities and Exchange Comission nos EUA.

Principais vantagens do Equity Token

Com a evolução do mercado blockchain as empresas estão descobrindo e se adaptando a versão digitalizada e criptografada da modalidade  equity.

A empresa ter seu patrimônio líquido tokenizado e poder criar frações de participação acionária representadas por tokens digitais ou “moedas” é uma possibilidade que tem se tornado popular graças às redes blockchain descentralizadas que permitem a criação, emissão e transferência fácil e econômica de tokens digitais.

O capital tokenizado têm sido promovido na forma de ofertas iniciais de ações (ICOs) para projetos baseados em blockchain. Isso tem ocorrido mesmo que legalmente ainda não haja regulamentação clara sobre esse a atividade de ICO.

Outra vantagem é sua semelhança com a forma tradicional de emissão de ações e de modelos de oferta que permite que o emissor tenha controle e defina a venda permitindo ou não que os novos investidores tenham voto e participem das decisões de sua empresa.

O equity token também possibilita manter o valor da empresa enquanto suas operações se mantêm as mesmas. Também permite atrair investidores que estejam alinhados aos mesmos interesses da empresa.

Assim como os demais tokens, o equity token, nos trás acesso alternativo a modelos antes de certa forma restrito a características determinadas por atores intermediários. Certamente teremos muitas discussões sobre  tokenização dos ativos financeiros, por isso, conte com a goBlockchain para se manter atualizado. =)

Se você curtiu esse post não deixe de comentar e compartilhar!

Nos acompanhe também em nossas redes sociais. =)

 

Aviso Legal: Esta postagem é apenas para fins educacionais. Não constitui um conselho de investimento ou uma recomendação ou solicitação para comprar ou vender qualquer investimento e não deve ser usado na avaliação do mérito da tomada de qualquer decisão de investimento. Não deve ser invocado para aconselhamento contábil, jurídico ou tributário ou recomendações de investimento.

Postagens recentes

blog
Talita Paes

Celebridades que utilizam NFTs

Celebridades que utilizam NFTs Por que celebridades como Neymar e Justin Bieber estão de olho nas NFTs Os NFTs caíram no gosto de celebridades, nomes

Read More »
EnglishPortuguêsEspañol