Fan Token – Quais são as oportunidades e riscos

É engraçado como de uma hora para outra passamos a usar termos, expressões e até mesmo soluções sem nem percebermos ou entendemos seus significados. Poderia citar vários exemplos do nosso cotidiano, mas como estamos no universo de Cripto, falaremos de Token, por aqui!

Tenho certeza que você já fez uso de algum Token seja para validar seu acesso ao banco através da internet, ao criar um e-mail ou validar a autorização de seu plano de saúde para ter uma consulta médica.  Mas você já parou para pensar o que é um Token?

Há dois conceitos sobre Token, o mais comum é o sistema gerador de senhas, que se popularizou para apoiar o reconhecimento dos usuários e assegurar aos prestadores de serviços que quem está o usando realmente são seus clientes, ou seja, esse Token serve para proteger a todos contra fraude

Já o segundo conceito está atrelado ao universo da Blockchain, e é este que mais nos interessa aqui. Basicamente o Token é um ativo digital (criptoativo) desenvolvido em Blockchain que possui um valor agregado e que representa uma propriedade digitalmente.

O Token na rede Blockchain, são “contratos inteligentes” que dão a custódia do ativo a quem o possui. É possível transacionar esse “contrato inteligente” com outra pessoa. O Token contém regras de negócio que são as condições para que o contrato seja celebrado entre as partes, somente se essas condições forem cumpridas é que o Token (a propriedade representada por ele) passa a ser de posse da outra parte. Podemos dizer que há diferentes categorias de Tokens : tokens de segurança, tokens de ativos financeiros, tokens de utilidade, token de pagamento, tokens colecionáveis ou token de governança. 

Neste artigo, vamos focar no Fan Token Offering,  que tem estado em evidência no mundo do futebol desde 2020 sendo adotados pelos principais times no mundo.

O Fan Token, é um Token de utilidade, isso significa que não são uma reserva de valor e que não competem com outras criptomoedas e moedas. Um Token de utilidade tem como objetivo proporcionar acesso a um produto ou serviço em uma plataforma digital, a sua proposta se assemelha muito aos programas de fidelização que vemos por aí, como por exemplo, os programas de milhas aéreas, de pontos em rede de supermercados e postos de gasolina.

O Token de utilidade somente existe quando há um ecossistema que possibilita acesso a bens e serviços dentro desse ”território”, quem adquire um token desse tipo só consegue reconhecer seu valor dentro desse sistema e usá-lo nesse ambiente. Vamos pensar em uma quermesse de igreja, a moeda que usamos nesse ambiente só tem valor nessa situação, e é somente ali que você pode comprar um milho, uma cartela de bingo e um correio elegante. Você não consegue usar esse mesmo dinheiro da quermesse 2021, na quermesse 2022 e nem em outra quermesse de outro bairro. Por tanto, a utilidade dela é somente nesse ecossistema. Agora que esclarecemos que Token de utilidade proporciona benefícios e/ou créditos em formato digital, vamos entender como está sendo sua aplicabilidade. 

Recentemente os times de futebol brasileiro Atlético Mineiro e Corinthians lançaram seus Fan Token, através da plataforma de engajamento de torcedores – Socios.com. A Socios emite o Fan Tokens em blockchain própria,e a compra só é realizada por meio da cripotomoeda própria da Socios, a Chiliz.  Ou seja, com posse da Chiliz você consegue acessar os benefícios oferecidos pelo seu time do coração dentro do ecossistema (plataforma Socios) que o Token está alocado.

Os benefícios de quem tem posse do Fan Token são definidos por quem o emite, neste caso,  pelos clubes e tem como objetivo a interação com os fãs, seja através de quiz interativo, “apostas” de placar do próximos jogos e até vantagens exclusivas. 

Realizei a compra do Fan Token do Galo na Socios.com, e vou compartilhar as minhas impressões sobre o processo e os benefícios. Para quem está entrando nesse mundo agora, algumas etapas podem ser confusas em um primeiro momento. Imagino que o fã do clube possa ter dificuldades nesse processo de compra. Primeiro em entender o que é um Token ( por isso, que criamos a goEducation e esse blog 😃 ),  dificuldade em comprar Chiliz e descobrir as possibilidades que o Token oferece.

No meu caso, levei um bom tempo para entender quais os meios de pagamento para comprar o Chiliz são possíveis na plataforma Socios. Primeiro tentei comprar através de uma corretora, porém precisei abrir uma conta em uma corretora e aguardar a aprovação do meu cadastro que demandou um certo tempo. Além disso,  teria que realizar um depósito em reais para comprar Chiliz e depois transferir para minha Wallet da plataforma (Durante essa minha busca só fiquei pensando o quanto encareceria a minha compra do Token, pois, todas essas transações via corretora vai encarecendo o processo por conta das taxas).  Depois, tentei a alternativa de comprar com um cartão de crédito a cripto Chiliz mas outro impasse ocorreu, o pagamento via cartão só é liberado se você fizer uma compra mínima de 9 EUROS que na cotação de hoje me rendeu 35.17 Chiliz. Detalhe: na plataforma não há nenhum informativo a respeito, fui na tentativa e erro mesmo! Enfim, com as minhas Chiliz em mãos comprei 2 Tokens do Atlético (GALO) por 5,74 $CHZ cada. 

Empolgada fui ver quais seriam meus benefícios e me deparei com Quiz (já encerrados) sobre qual braçadeira o capitão usaria, qual música o Dj tocaria na entrada dos jogadores em campo, e a escolha do nome do ônibus do Atlético. (Acho que esse é o benefício da decisão junto ao time que eu adquiri com a compra do Token), também  tive habilitado a possibilidade de “aposta” – que na plataforma é chamado de Prognósticos –  o placar dos próximos jogos e com isso ganhei Tokens da plataforma, mas que ainda não entendi exatamente quais serão o benefícios que terei por tê-las.  

Confesso que esperava uma melhor interação, mas creio que por estar no início do produto não foi possível criar ações mais interativas e divertidas, e que possivelmente ações mais interessantes serão lançadas para nós proprietários de Tokens. Digo isso, que pelo que vi a maioria dos clubes tem trabalhado os benefícios do tokens muito semelhantes ao que relatei.

Todo esse processo de me tornar dona de um Fan Token me trouxe algumas reflexões sobre os conceitos que comentei no começo desse post e sua aplicação. 

Embora o mercado reforça que o Token de utilidade tem como objetivo ser uma ferramenta de interação e engajamento e que não se tem a intenção de esse tipo de Token ser um investimento, na prática, acaba sendo esse um dos motivos que levam as pessoas o adquirirem (oferta e demanda de mercado aumenta seu valor). 

Além desse cenário, se quem emitiu o token encerra sua produção, aqueles que já o adquiriram, podem continuar a negociá-lo no mercado secundário e ganhar com a venda valorizada (essa é uma situação muito semelhante à conduta de um cambista).

Acompanhando tudo que vem ocorrendo no universo de Fan Tokens (token de utilidades) vejo que há um grande potencial para que fãs e ídolos se aproximem. Mas creio que os emissores precisam ser mais estratégicos na elaboração das contrapartidas oferecidas para aqueles que vão realizar a compra. Sinto que de uma forma geral a oferta de benefícios é muito simples em relação às vantagens daqueles que emitem/lançam o Token. Sem dúvidas, há muito o que se discutir e experienciar sobre as diversas possibilidades de um Fan Token. 

Temos um grande produto nas mãos! E precisamos divulgar a todos o que é, para o que serve, e só assim despertaremos interesse, demanda e criaremos estratégias interessantes para todos.

Se você curtiu esse post aqui, não deixe de comentar e compartilhar!

Nos acompanhe também em nossas redes sociais. 😃

Instagram Facebook

Escreva um comentário

Postagens recentes