< Todos os Posts

Staking

Staking – Como contribuir com o ecossistema DeFi e de quebra ter ganhos passivos

Continuando nossa série de artigos dos ecossistemas DeFi,  vamos explorar o que é “Staking” e por que esse mecanismo é tão importante para a manutenção e crescimento das finanças descentralizadas e vamos mostrar também como você pode fazer parte. Ficou curioso? Então vem com a gente nessa jornada fascinante.

Qual a Importância do Stake para DeFi’s?

Staking, no geral, refere-se ao processo de bloquear criptomoedas em smart contracts para beneficiar a rede de alguma forma, e em retorno receber uma recompensa por isso. Os cripto-ativos bloqueados normalmente estão alocados em um node de validação ou numa carteira de cripto.

No mundo das criptomoedas, a ideia de stake foi popularizada primeiramente devido ao mecanismo de consenso conhecido como “Proof of Stake” (PoS), em tradução livre significa Prova de Montante, mas mais conhecido como “Prova de Participação”, descrita inicialmente em 2012 no  artigo da Peercoin.

Basicamente no PoS os participantes bloqueiam suas moedas nativas da rede para ganhar privilégios na validação das transações e mineração de novas moedas nativos ao protocolo. A probabilidade de um usuário ser selecionado para a validação é proporcional à quantidade de moedas bloqueadas. No caso de qualquer ação maliciosa por parte dos participantes (por exemplo; uma transação falsa) poderia levar a destruição das moedas bloqueadas, como uma forma de desincentivar ações maliciosas por parte dos validadores. 

Esse modelo garante uma melhor escalabilidade dos protocolos de blockchain, por esse motivo o Ethereum está migrando para o ETH 2.0

Além do staking como prova de validação, temos outros formatos de staking que também dão recompensa por bloquear as moedas em um protocolo de blockchain. Como exemplos temos; “Staking como um serviço”  e os Pools de liquidez

Os Staking como um serviço, são oferecidos por DAOs (Decentralized Autonomus Organizations) são organizações autônomas descentralizadas que  através da sua plataforma permite os usuários participarem de diversos PoS mecanismos em diferentes protocolos através de interface próprias, como exemplos temos o “Stake Capital DAO”, que será abordada em um outro artigo.

Simplificando, podemos definir as stake DAO’s como uma  organização autônoma de pessoas que sozinhas não teriam fundos suficientes para se tornar um PoS, mas quando juntas conseguem organizar fundos suficientes para ser um validador da rede.

Como funciona o Staking?

Como já dito anteriormente os validadores de PoS são selecionados com base na quantidade de criptomoedas que usaram como valor de Staking. Cada blockchain tem sua moeda nativa para staking, mas algumas redes adotam um sistema de duas moedas, onde as recompensas são pagas com um token secundário. Cada protocolo de blockchain determina qual será a recompensa pelo staking.

Para aqueles que não podem bloquear alta quantia de criptomoedas, existe uma alternativa conhecida como staking pool, onde um grupo de detentores de criptomoedas se unem em um pool para aumentar as chances de validação de blocos e receber recompensas. Combinando seu poder de staking e dividindo a recompensa proporcional ao stake de cada participante. 

A maioria das staking pools requer um saldo mínimo baixo e não impõem restrições de saque, sendo um modelo ideal para usuários mais novos.

Para checar em quais protocolos você pode participar como staking,  indico o site da staking rewards, nele você consegue checar todos os protocolos que usam o PoS e escolher qual faz mais sentido para o seu perfil de investimento.   

Staking - Como contribuir com o ecossistema DeFi e de quebra ter ganhos passivos

Agora a pergunta de um milhão de dólares; Como bloquear seus ativos em um protocolo e receber renda passiva por isso? No vídeo abaixo mostramos um passo – a – passo. Lembrando que isso não é uma dica de investimento, o vídeo é exclusivamente de cunho informativo. No vídeo vamos realizar um stake na rede Solana através de uma cripto wallet chamada phantom:

Riscos e desvantagens

Pensando que validadores com maior volume de criptomoedas bloqueadas apresentam maior probabilidade em serem escolhidos para validar uma transação, pode ocorrer uma centralização da rede em torno de validadores com maior stake de moedas, o que compromete a descentralização da rede, um dos pilares dos ecossistemas DeFi.

Existem os risco do protocolo onde estamos realizando o Stake sofra um ataque por hacker, por isso devemos ser conscientes dos riscos e conhecer o protocolo a qual estamos investindo. Sempre faça sua própria pesquisa antes de investir em algum protocolo. 

Protocolos que apresentem qualquer falha na programação de seus contratos estão sujeitos a ataques em seus sistemas. Uma dica é sempre checar auditorias feitas nos protocolos, no próprio site da coinmarketcap conseguimos checar isso.

Como exemplo, a imagem abaixo mostra o Ranking da Ethereum conforme auditoria.

 Screenshot: coinmarketcap.com/currencies/ethereum/ratings/

Outro risco que temos que ter em mente é dos famosos “rug pull”, em tradução livre pro português significa puxada de tapete, sendo essa tradução muito real ao que significa. Essa expressão é utilizada para projetos que inicialmente parecem reais e prometem grandes retornos do investimento, quando o projeto começa a decolar o “team” desaparece mas antes se desfazem de todas as moedas que estavam em sua posse, podemos chamar também de “Pump and Dump”.

Staking

Criptomoeda SQUID chegando a $0 após venda em massa por parte dos desenvolvedores. ScreenShot: CoinMarketCap.

Usando o caso da SQUID como exemplo, esse é um dos riscos que podem levar todo o seu investimento a zero em um piscar de olhos, por isso é muito importante entender no que está investindo, se o protocolo é confiável e mantém sua descentralização, o que evita risco de um usuário deter o poder sob o valor da criptomoeda. O importante é nunca deixar-se levar pelo famoso: FOMO, Fear of Missing Out, em portugues: “Medo de ficar de fora”, investir por emoção ou pelo hype nos faz vulnerável a perder tudo. A melhor forma de se proteger é buscando informação.

Conclusão

Proof- of-Stake e o Staking possibilitam que qualquer usuário possa participar dos processos de validação e segurança das blockchain, como também dão poder de governança aos seus colaboradores.

Além disso, é uma maneira de obter renda passiva sem precisar se desfazer dos seus ativos. Nós da GoBlockchain queremos democratizar e facilitar o acesso aos processos de staking, derrubando barreiras de entradas nos ecossistemas DeFi e tornando os protocolos cada vez mais acessíveis a todos.   

Para isso temos como nosso pilar o compartilhamento de informação acessível, vamos juntos romper barreiras que existem a décadas para democratizar de fato o sistema financeiro.

Se vocês assim como nós acreditam nessa jornada, fiquem ligados nos nossos canais de comunicação e venha fazer parte dessa revolução. 

#go #goblockcain #godefi

Aviso Legal: Esta postagem é apenas para fins educacionais. Não constitui um conselho de investimento ou uma recomendação ou solicitação para comprar ou vender qualquer investimento e não deve ser usado na avaliação do mérito da tomada de qualquer decisão de investimento. Não deve ser invocado para aconselhamento contábil, jurídico ou tributário ou recomendações de investimento.

Postagens recentes

Polygon MATIC
DeFi
Allan Azevedo

Por que precisamos da Polygon (MATIC)

Polygon, anteriormente conhecido como Matic Network, é uma solução de dimensionamento que visa fornecer várias ferramentas para melhorar a velocidade e reduzir o custo e

Read More »