< Todos os Posts

Torus Wallet - A carteira de um clique

Torus Wallet – A carteira de um clique

Conheça a Torus Wallet, uma carteira blockchain que busca proporcionar ao usuário uma nova forma de se conectar a Web3 de forma mais simples, prática e segura.

Qual sua funcionalidade ?

Torus Labs é uma startup com sede em Cingapura teve a  ideia de criar uma carteira digital multifator que busca facilitar aos usuários a simplicidade de permitir que usuários enviem criptoativos utilizando suas redes sociais como meio de transferência. Além, desta funcionalidade ela também auxilia na manutenção de suas senhas utilizando uma versão personalizada do 2FA.

Torus Wallet e redes sociais

A startup é uma plataforma que gerencia chaves criptográficas permitindo que os usuários enviem tokens para qualquer endereço de carteira ethereum. Também permite que o usuário envie um token a uma pessoa que ainda não possui uma carteira Torus , o envio é feito através das plataformas de mídia social ou e-mail. O Token ficará “armazenado” até que o destinatário crie sua conta Torus.

Torus Wallet

De acordo com os diretores da empresa, a Torus permite que os usuários também possam fazer o login ou criar uma nova carteira digital na rede blockchain da Ethereum com qualquer uma de suas redes sociais ( Google, Facebook, Twitch, Discord, AppleID, Github, LinkedIn, Twitter, Reddit,  Line e Contas sem senha ).  

Sua elaboração criptográfica possui uma explicação bem simples, o sistema de login sem senha é baseado no Auth0 ( um provedor de serviços de login que integra autenticação e autorização para aplicativos da Web ), este sistema é bem parecido com o que os usuários de rede sociais já estão acostumados a utilizar o famoso 2FA (autenticador de dois fatores ).

Porque utilizar a Torus ?

Segundo especialistas em gerenciamento de chaves privadas da própria Torus, a proposta é substituir a experiência do usuário que não está habituado com a arquitetura do sistema descentralizado, auxiliando em um único login mais “familiar”.

Quando as informações são trocadas online, os usuários não querem saber sobre a infraestrutura de chave pública, e deveria ser o com  aplicativos que interagem dentro das blockchains  e a próxima geração da internet (web3), disse o CEO da Torus Labs, Zhen Ju Yong.

Basicamente o processo de copiar e colar endereços de carteiras ETH seria trocado por um “resolvedor de nomes” que permite que os usuários enviem criptoativos usando um endereço de e-mail do Google ou outras redes sociais vinculadas a conta.

“Nosso objetivo é tornar o gerenciamento de chaves conveniente para o usuário comum – meus pais, por exemplo – para poder usar criptografia, mantendo o nível de segurança e não custódia necessário para aplicativos descentralizados”, disse Zhen em um entrevista. “Sempre nos vimos mais como uma empresa de gerenciamento importante do que como uma carteira. Somos uma espécie de avanço para as carteiras, mais como uma camada de infraestrutura. ”

Então basicamente o usuário trocaria o modo de transferência atual, sequências de caracteres alfanuméricos para transações usando endereços de e-mail, redes sociais ou nomes de usuário.

Como funciona o Torus

Tecnicamente falando ela divide e distribui dados confidenciais necessários para construir uma chave privada do usuário entre outro usuário e os nodes ( nós ) na rede, esse gerenciamento das chaves são codificados em uma camada de contrato inteligente ( smart contract ) enquanto a maior parte das transações são conduzidas por canais privados ( Binance, Ethereum Name Service (ENS), Etherscan, Rede Matic, Ontologia, Skale, Tendermint Core e Zilliqa ).

A tKey tecnologia que permite que os usuários adicionem e controle facilmente camadas incrementais de segurança, um tipo parecido com o 2FA personalizável, esta personalização seria camadas de seguranças extras. Uma de suas camadas seria um telefone celular, que pode armazenar a parte secreta adicional de um usuário em seu telefone, que também podem ser protegidos por uma senha biométrica.

Uma de suas grandes vantagens é que esta segurança proporciona e que se o usuário tiver mais de um dispositivo móvel, ele poderá adicionar quantas camadas de segurança ele desejar, ou seja desde que o usuário tenha acesso a dois de três de seus compartilhamentos secretos, ele poderá recuperar suas chaves privadas e login.

Vantagens

Inclusão de pessoas leigas: A grande vantagem no ponto de vista dos criadores da Torus é sua forma mais simples de manuseio auxiliando pessoas mais leigas a participar de forma mais livre em sistemas de web2 e a nova web3.

Recuperação de contas: tornar mais simples a recuperação de contas é bastante vantajoso até mesmo para os mais experientes. Se você perder suas senhas, suas chaves privadas, o sistema te a chance de recuperar sua conta por meio de autenticação do Auth0. Isso evitaria a perda de millhões de reais em criptomoedas, que já acontece todos os anos.

Exemplos:

Segundo o site Uol, mais de R$745 bilhões em criptoativos estão trancados em carteiras cujo os donos perderam suas chaves de acesso. Clique aqui para ver a reportagem completa.

Outro caso, que retrata esse problema, foi noticiado pela BBC News. A fortuna em criptomoedas de Mircea Popescu, um dos maiores proprietários de bitcoin do mundo, pode ficar para sempre perdida. Popescu morreu aos 41 anos em julho de 2021, na Costa Rica. Se ele não compartilhou suas chaves com alguém, ninguém mais terá acesso as suas criptomoedas, que ficaram presas em sua wallet para sempre. Clique aqui para ler a notícia completa.

Desvantagens

Ataque hacker: Vale lembrar que a maioria da população ainda generaliza este nome como algo ruim. Porém é crucial que todos nós tenhamos muito cuidado com a proteção de nossas senhas, não é responsabilidade da empresa cuidar bem das suas criptos e suas senhas e sim você mesmo!

Dados pessoais: Pelo fato da Torus utilizar os sistemas de rede sociais, é possível que gere um pouco de desconfiança por parte do usuário. Sabemos que empresas de grande porte podem disponibilizar nossos dados como buscas/pesquisas que fizemos sobre produtos e serviços, endereços e outros tipos de informações para empresas de fins comerciais. Então se você se interessou na utilizar a Torus é importante estar atento sobre as notícias que envolvem essa plataforma.

Exemplos:

Como hackers burlam autenticação de 2 fatores em poucos segundos. (2019). Clique aqui.

Google é acusado de transferir dados pessoais de usuários a anunciantes.

Clique aqui.

Conclusão

As pessoas podem gostar da ideia de blockchains e web 3.0, mas tendem a se deparar com um obstáculo imediato na forma de chaves criptográficas privadas e frases mnemônicas que não podem ser perdidas, esquecidas ou divulgadas.

Porém antes de escolher confiar suas chaves privadas e senhas vale a pena analisar se este estilo está apto para você.

LINKS

Agradecimentos

Siga a gente em nossas redes sociais que estão no nosso rodapé do site ! 

E não esqueça de compartilhar liberdade e conhecimento 🙂

Ajude na divulgação para mais pessoas que tenham interesse como você possam adquirir mais conhecimento!

Aviso Legal: Esta postagem é apenas para fins educacionais. Não constitui um conselho de investimento ou uma recomendação ou solicitação para comprar ou vender qualquer investimento e não deve ser usado na avaliação do mérito da tomada de qualquer decisão de investimento. Não deve ser invocado para aconselhamento contábil, jurídico ou tributário ou recomendações de investimento.

Postagens recentes

blog
Talita Paes

Celebridades que utilizam NFTs

Celebridades que utilizam NFTs Por que celebridades como Neymar e Justin Bieber estão de olho nas NFTs Os NFTs caíram no gosto de celebridades, nomes

Read More »
EnglishPortuguêsEspañol